Baunilha – da flor à fava

La Table - Comida Congelada Curitiba > Blog > Dicas de Produtos > Baunilha – da flor à fava

Baunilha – da flor à fava

Provavelmente você conhece a fava de baunilha, já comeu algo que leva baunilha, gosta do seu aroma adocicado e sabor que agrada à alma. Difícil quem não goste.

Mas você sabia que todo esse aroma e sabor vêm do fruto de uma orquídea? Elas são as únicas espécies de orquídeas que servem para a alimentação.

A ilha africana de Madagascar é a maior produtora mundial de baunilha e, junto com os vizinhos Comores e Réunion, responde por praticamente de 90% da produção. México, Uganda, Congo e Tahiti também são produtores. No Brasil, ela vem sendo cultivada com sucesso na região de Belmonte em Salvador.

Eu particularmente amo a baunilha e já tive a oportunidade de visitar as ilhas Mauritius, que fica ao lado da ilha Réunion. Na época resolvi ir conhecer de perto esta orquídea que tanto me fascina.

Como é cultivada?

Foi maravilhoso passear entre os cachos de baunilha e saber um pouco mais de sua história. Seu cultivo é extremamente difícil. Depois de colhidas, as favas são fervidas rapidamente, depois passam pelo vapor, depois são secas e curadas, onde adquirem seu aroma e sabores concentrados. Este processo dura ao todo 9 meses (uma gestação!) Por isso, não é de se estranhar que, depois do açafrão e do cardamomo, a baunilha seja a terceira especiaria mais cara do mundo. Um quilo de favas de qualidade chega a custar por volta de 500 dólares;

Outra coisa importante que aprendi lá é que as favas devem ficar dentro de um vidro fechado com aproximadamente 5 cm de suas favas imersas em rum ou whisky. Desta forma elas se conservam infinitamente e não ficam ressecadas. – Ah, e o rum fica maravilhoso!

E não confunda: baunilha natural só com as favas ou com a essência delas extraída. Essa essência de baunilha que encontramos em frascozinhos em qualquer supermercado são extratos sintéticos, que nem de perto se assemelha ao natural.

Vou passar para vocês uma receita com Fava de Baunilha:

O tradicional Creme Brulée que tantas e tantas vezes pedimos em restaurantes e não vemos nem sequer um grãozinho de baunilha. Normalmente utilizam esses frascos de essência, que já comentei que não são nada parecidos com a original.

O Crème Brûlée (creme queimado) é uma deliciosa e tradicional sobremesa francesa que remonta ao século XVII. Quer saber como fazer? Veja a receita: Creme Brulée de Baunilha.

Gostou das dicas? 

Nosso sistema de entrega de comida congelada vem agradando os Curitibanos que vivem na correria, pois é um serviço prático de delivery em Curitiba, no qual o cliente entra no site da empresa e faz o pedido, que é entregue em sua residência ou local de preferência.

Navegue e conheça outros produtos congelados da linha light com delivery em Curitiba.

Acompanhe a La Table nas redes sociais.