Quanta carne vermelha e processada é seguro comer?

La Table - Comida Congelada Curitiba > Blog > Dicas de Produtos > Quanta carne vermelha e processada é seguro comer?

Quanta carne vermelha e processada é seguro comer?

Ultimamente cresceu o número de manchetes afirmando que devemos reduzir a quantidade de carne vermelha e processada da nossa dieta, mas, por que dizem isso? Qual a quantidade adequada para nosso consumo?  (Para esclarecer quais os tipos de carne que estamos falando, carne vermelha inclui carne bovina, carne de porco e cordeiro; e carnes processadas são itens como presunto, bacon e salsichas, bem como chouriço e salame).

Já falamos aqui no blog sobre os benefícios de substituir a carne vermelha pelo peixe, e os benefícios de consumir comida congelada nas suas refeições. Confira agora mais dicas para uma dieta saudável!

A recomendação para o consumo em diversos países

consumo-de-carne-vermelha

A World Cancer Research Fund (WCRF) recomenda limitar a ingestão de carne vermelha para não mais de 500g (peso cozido) por semana, e evitar completamente carnes processadas. A orientação atual definida em 2011 pelo departamento de saúde do Reino Unido também afirma que não devemos ingerir mais de cerca de 500g por semana ou 70g/dia.

Um novo relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que a carne processada é tão cancerígena para os seres humanos quanto o álcool, o cigarro e o amianto. O relatório diz que comer 50g de carne processada por dia, o equivalente a uma salsicha ou menos de duas fatias de bacon, aumenta a chance de desenvolver câncer de intestino em 18%. A partir disso, como sempre, a mensagem-chave que devemos ter em mente é a de moderação e equilíbrio: se você come carne vermelha e processada com frequência, tente trocar alguns dias por carne de peixe, incluindo peixes oleosos.

Em outros lugares do mundo, como na Austrália, recomendam que a ingestão de carne vermelha não deve ser maior do que 455g (peso cozido) por semana, que deve ser distribuída em três ou quatro tamanhos de porções apropriadas. Eles também sugerem que salsichas e carnes processadas podem ser apreciadas ocasionalmente, mas que não são uma parte essencial da dieta.

Nos Estados Unidos, as diretrizes de nutrição dietética de 2010 dizem que há evidência moderada para sugerir uma ligação entre o aumento da ingestão de carne processada e aumento do risco de câncer colorretal e doença cardíaca. Por isso é recomendado que pessoas limitam sua ingestão destes alimentos, que são normalmente ricos em gordura saturada, e optar por versões mais enxutas em vez disso. No Brasil, não há nenhuma recomendação de organizações específicas, mas os médicos e especialistas tendem a seguir as normas da Organização Mundial da Saúde.

Moderação e equilíbrio

consumo-de-carne-vermelha

Mesmo que haja orientações diferem entre países, é importante lembrar que se você é um “comedor de carne”, a vermelha deve ser inserida com moderação na sua dieta equilibrada, pois é uma importante fonte de proteína, ferro, zinco e vitaminas do complexo B. Existem formas inteligentes, você pode usar pequenas quantidades de carne vermelha ou processada que ainda oferecem o máximo sabor, e combiná-las com sementes, vegetais e carboidratos para um prato delicioso e rico em nutrientes!

*Texto traduzido e adaptado do site do Chef Jaime Oliver

Na Linha La Table Light você encontra diversas opções de Comida Congelada com porções adequadas de carne, como a Carne de panela com cebola e purê de mandioca, o Mignon com legumes e arroz 7 grãos, e o Mingnon com couscous marroquino e yogurte de curry. E, também opções de peixe, como o Escondidinho e o Risotto para os dias em que você decidir reduzir o consumo!

Quer saber mais sobre alimentação saudável e ficar de olho nos nossos lançamentos? acompanhe o nosso blog e a nossa fan page do Facebook.