Foco no trabalho: conheça 10 alimentos que melhoram a memória e o raciocínio

La table- Comida Congelada Curitiba > Blog > Textos da Chef > Foco no trabalho: conheça 10 alimentos que melhoram a memória e o raciocínio

Foco no trabalho: conheça 10 alimentos que melhoram a memória e o raciocínio

Alto rendimento, é o que muitas pessoas tem buscado para aumentar a produtividade, principalmente, no trabalho. Atualmente, há uma alta procura por suplementos nutricionais que prometem melhorar o rendimento no trabalho, porém não existe nenhuma comprovação científica que eles realmente desenvolvem a concentração e memória. Uma das únicas fontes comprovadas que estimulam a concentração, o raciocínio e a memória está no seu prato.

Uma alimentação saudável e equilibrada contribui muito para o aprendizado. Alguns alimentos estimulam a memória, o raciocínio e ajudam até a melhorar a concentração, como grãos, carnes e folhas verde-escuras que são, por si só, capazes de fortalecer os neurônios e, inclusive, prevenir o Alzheimer.

Da mesma forma, uma dieta inadequada pode prejudicar o desempenho cerebral. O péssimo hábito de fazer refeições com alimentos enlatados, embutidos, ultraprocessados, doces, frituras e refrigerantes contribui para a baixa produtividade. Ao trocar alimentos saudáveis por gorduras, excessos de glicose e sódio, você deixa de ingerir substâncias que potencializam o aumento de rendimento. Sem contar que esses alimentos não saudáveis deixam o corpo mais cansado e sonolento.

Confira os alimentos mais indicados para você ter mais saúde e produtividade:

  1. Peixe

Esse alimento ajuda no desenvolvimento cognitivo por ser rico em ômega 3 e 6, que são antioxidantes e ácidos graxos essenciais para melhorar e acelerar a aprendizagem. Inclua peixes como o salmão, atum e sardinha em sua alimentação.

  1. Folhas verde-escuras

Folhas de espinafre, couve e brócolis têm alta concentração de ácido fólico, que criam efeitos positivos na circulação cerebral, reduzindo o risco de demência e ajudando a eliminar substâncias tóxicas do cérebro.

  1. Maçã

Ricas em vitamina C e antioxidantes, as maçãs protegem o cérebro contra os radicais livres, além de ajudar a combater doenças como Alzheimer e Parkinson, reduzir o colesterol ruim (LDL), ajuda na saúde do coração e protege contra o câncer. É recomendado comer a casca da maçã, mas só se for orgânica.

  1. Frutas vermelhas (morango, framboesa, amora, goji berry)

Repletas de vitamina C, ácido fólico, ácido cítrico, cálcio, potássio, magnésio e antioxidantes, essas frutas auxiliam na prevenção do envelhecimento da célula. Também são anti-inflamatórias, evitam danos no cérebro e ajudam a melhorar o intelecto. Outro benefício é que elas nos protegem da perda de memória devido à idade e de doenças como Parkinson e Alzheimer.

  1. Oleaginosas (nozes, avelã, linhaça e castanhas)

Essas sementes são altamente ricas em minerais, como potássio, fósforo, zinco, ferro, magnésio, selênio, cálcio, vitaminas B e E e ômega 3 – que, como já falamos acima, auxilia na aprendizagem-, além de outros antioxidantes que evitam o envelhecimento celular, reduzem inflamações e melhoram a saúde dos vasos do cérebro, e também são excelentes fontes de energia. Muito utilizadas para melhorar a memória e para dar suporte nas funções cognitivas, a recomendação é de comer no máximo 30 gramas ao dia.

  1. Carboidratos complexos

Cereais integrais ajudam a evitar sonolência depois do almoço, deixando o corpo mais alerto, isso porque as fibras presentes liberam glicose aos poucos no organismo. A falta desse nutriente pode prejudicar a concentração, o aprendizado e a memorização.

  1. Ovos e soja

A soja e, principalmente, a gema do ovo, são ricos em colina, um dos precursores do neurotransmissor acetilcolina, que desempenha funções muito importantes no cérebro, especialmente relacionadas à memória. Mas calma, não saia fritando tudo. Existem melhores formas de aproveitar o ovo e a soja.

  1. Chocolate amargo

Falou chocolate todo mundo fica feliz. Mas não é o chocolate “ao leite”, que é cheio de açúcares, que estamos indicando. O chocolate amargo tem um grande percentual de cacau, que estimula o cérebro melhorando sua circulação sanguínea e ajuda a evitar problemas no coração. Também fortalece o cérebro de quem sofre de insônia, retarda o envelhecimento e impede o desenvolvimento tanto da hipertensão como da diabetes.

  1. Gengibre

Podendo ser consumido de diversas maneiras (chás, sopas, como tempero e até sozinho), o gengibre, além de ajudar com gripes e dores de garganta, atua como estimulantes do sistema nervoso central, melhorando a concentração, a agilidade mental e o raciocínio, isso graças ao gingerol, composto encontrado nele.

  1. Salsão (ou aipo)

Esse é um alimento que contém propriedades benéficas para a memória, pois possui luteolina, um flavonoide capaz de reduzir o envelhecimento das moléculas que inflamam o cérebro. Também é antioxidante, antibacteriano, purifica o sangue, elimina o ácido úrico e reduz a inflamação do cérebro. Outra excelente qualidade do salsão é que ele diminui as dores de cabeça e a enxaqueca.

Rotina

Criar uma rotina alimentar ajuda muito a melhorar o rendimento. É necessário manter uma alimentação equilibrada, com horários para as refeições. Fazendo isso por aproximadamente dois meses, já é possível notar uma diferença significante na produtividade.

La Table oferece comidas caseiras congeladas para você comer onde quiser, ganhando mais tempo no seu dia a dia e qualidade de vida. A Chef Daniela Caldeira junto a nutricionistas desenvolveu um cardápio com comidas práticas, saborosas e nutritivas para quem tem pouco tempo mas não abre mão de uma boa refeição.

Conheça nossas linhas de comida fitness congelada!

Acompanhe o blog da La Table e a nossa página no Facebook e fique sabendo de nossas dicas e promoções em primeira mão!